quinta-feira, abril 18, 2024
spot_img
HomeNotíciasItaipuaçuPrefeitura de Maricá montará tendas para casos suspeitos de Dengue

Prefeitura de Maricá montará tendas para casos suspeitos de Dengue

Na tarde desta quarta-feira (21), o prefeito de Maricá, Fabiano Horta, anunciou a instalação de duas tendas de hidratação na cidade para atender pacientes com suspeita de Dengue. As estruturas serão montadas no Centro e em Itaipuaçu.

Clique aqui para entrar no WhatsApp do Jornal Itaipuaçu Online e ficar por dentro do que acontece em Itaipuaçu.

O espaço no Centro estará localizado na Rua Álvares de Castro, 337, em frente à sede da Prefeitura. Já em Itaipuaçu, a tenda será montada na esquina da Rua Van Lerbergue (antiga Rua 34) com a Rua Elisa Vieira Veras (antiga Rua 52), no Jardim Atlântico.

“Vamos abrir imediatamente duas tendas, que vão ser os nossos marcos de referência para que as pessoas que suspeitem que estão com dengue possam estar fazendo ali o seu diagnóstico, seu encaminhamento e o início do tratamento”, disse.

O prefeito destacou a importância dessas novas estruturas e orientou os pacientes com sintomas da doença a procurarem diretamente as tendas, em vez das unidades de saúde de demanda espontânea, como o Hospital Municipal Conde Modesto Leal, a UPA 24h de Inoã ou a UPAM 24h Santa Rita. Equipes médicas especializadas estarão disponíveis nessas tendas para realizar os atendimentos necessários.

“Essas tendas ficarão no centro de Maricá, em frente à prefeitura, e a outra em Itaipuaçu, para que a gente não tenha a sobrecarga das nossas unidades de saúde, nossos hospitais, nossos postos de atendimento. Nós vamos fazer a triagem nesses pontos”, afirmou o prefeito.

A secretária de Saúde, Solange Oliveira, explicou que o objetivo é evitar uma sobrecarga nas emergências da cidade. A medida ocorre em meio ao anúncio do governador Cláudio Castro, que decretou estado de epidemia de Dengue no Estado devido ao aumento significativo no número de casos da doença.

“A Dengue bem tratada, bem conduzida, ela dificilmente vai trazer problemas. Por isso definimos que o atendimento da Dengue será exterior às nossas emergências, e não no Conde, não na UPA e não em Santa Rita, mas sim em tendas de hidratação onde teremos equipe médica, equipe de enfermagem pronta para receber, diagnosticar e tratar os casos suspeitos, os casos simples, e obviamente com uma retaguarda para os casos que exigem uma internação, uma intervenção maior”, justificou.

Até o momento, foram registradas 49.405 notificações, aproximadamente 308 por 100 mil habitantes, com quatro óbitos, sendo dois na capital, um em Itatiaia e outro em Mangaratiba.