terça-feira, março 5, 2024
spot_img
HomeNotíciasItaipuaçu: Moradores relatam exibição de armas em baile funk no 'Minha Casa,...

Itaipuaçu: Moradores relatam exibição de armas em baile funk no ‘Minha Casa, Minha Vida’

Quem vive no residencial Carlos Marighella, do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’ em Itaipuaçu, convive há anos sob o domínio do crime organizado, que, frequentemente, realiza bailes funks sem autorização do poder público.

Foi o caso do ocorrido no último sábado (21/10), quando um baile ocorreu até a madrugada e a exibição de armas se tornou algo normal nesses eventos que, por muitas vezes, tem o patrocínio do tráfico de drogas.

Na condição de anonimato, uma moradora que vive desde o começo no ‘Minha Casa, Minha Vida’ no local comentou que os bailes são frequentes e vão até tarde da noite. “Eles começam por volta das 20h e não tem hora pra acabar. Nos colocaram para morar aqui e ficamos largados, até quando? Temos idosos aqui, enfermos, que precisam descansar.” Disse.

Inaugurado em 2015, o residencial passou a ser negligenciado pelo poder público, abrindo espaço para o crime organizado, que dominou a área e o utiliza como ponto de comercialização de material entorpecente, contribuindo para o aumento da criminalidade em todo distrito de Itaipuaçu.

MCMV Itaipuaçu
Residencial Carlos Marighella, área dominada pelo crime organizado.