sábado, fevereiro 24, 2024
spot_img
HomeNotíciasItaipuaçu: Guarda Municipal resgata coruja

Itaipuaçu: Guarda Municipal resgata coruja

Ave aparentava estar debilitada e foi levada para avaliação de veterinários da Secretaria de Cidade Sustentável

A Guarda Municipal de Maricá realizou na quinta-feira (06/07) o resgate de uma coruja, da espécie buraqueira, na Avenida Beira Mar com Rua 1, em Itaipuaçu. A ave foi resgatada por agentes do Grupamento Especial de Defesa Ambiental (Gedam).

A equipe verificou as condições de saúde da ave, que estava aparentemente debilitada. A coruja foi encontrada em um colégio no bairro e os funcionários recolheram a ave e a entregaram no posto de guarda-vidas.

O animal foi levado para sede da Secretaria de Cidade Sustentável, no Parque Nanci, onde será avaliada por veterinários para os cuidados necessários e recuperação para posterior soltura em seu habitat natural.

Defesa Ambiental

O Grupamento Especial de Defesa Ambiental da Guarda Municipal é composto por equipes especializadas e treinadas em cursos e capacitações para atuarem em diversos tipos de resgate de animais. Coordenador do Gedam, o guarda municipal Roberto de Oliveira ressalta a importância da devolução dos animais à natureza e sobre o não manuseio dos animais.

“Os animais são resgatados e logo devolvidos para seu habitat natural, quando estão em condições de saúde perfeitas, para a certeza de um meio ambiente totalmente ecológico e equilibrado. Já os animais feridos são encaminhados para Secretaria de Cidade Sustentável para os devidos cuidados e reinserção. Os animais silvestres não devem ser manipulados, pois o contato sem a constatação do seu estado sanitário pode ser prejudicial à saúde”, explicou.

Orientação para a população

Em caso de flagrantes de animais silvestres em área urbana ou em qualquer situação de risco fora do seu habitat, a população pode acionar a Guarda Municipal pelos telefones 153 ou (21) 98609-1516 (Disque-Seop), que funcionam 24 horas. A recomendação é que a pessoa não tente resgatar, mexer ou afugentar esses animais, para que o resgate seja feito de maneira segura para os bichos, agentes e moradores.